Japão e Estados Unidos fazem criticas a medida chinesa de controle aéreo

equim afirmou que poderia adotar "medidas defensivas de emergência" contra aviões que não se identificassem propriamente.

O Japão e os Estados Unidos criticaram a decisão da China de impor novas regras no espaço aéreo sobre as ilhas que são tema de uma disputa territorial entre Pequim e Tóquio.

A Xinhua, agência estatal de notícias da China, publicou as coordenadas para uma nova "Zona de Identificação para o Ar e o Mar do Leste da China", que inclui a região das ilhas.

Pequim afirmou que poderia adotar "medidas defensivas de emergência" contra aviões que não se identificassem propriamente.

O ministro do Exterior do Japão, Fumio Kishida, disse que a decisão era inaceitável. "Isso pode nos levar a uma situação inesperada", declarou à imprensa neste domingo.

As relações entre as duas potências da Ásia têm sido tensas por causa das ilhas chamadas de Diaoyu pela China e de Senkaku pelo Japão. A administração atual das ilhas é japonesa.

O secretário de Estado dos EUA, John Kerry, pediu cautela à China e disse que a liberdade de voo era essencial para a segurança no Pacífico.

Fonte: msn