Japão retomará debate sobre pena de morte em 2011

O comitê foi criado pela então ministra da Justiça, Keiko Chiba

O governo do Japão anunciou nesta quinta-feira que retomará o debate sobre a pena de morte em 2011, quando dialogará com especialistas a respeito da manutenção ou revogação deste tipo de condenação.

O porta-voz do governo, Yoshito Sengoku, e outros altos membros do Gabinete determinaram que o comitê sobre a aplicação da pena de morte retomará suas reuniões no próximo ano, informou a emissora televisiva NHK.

O comitê foi criado pela então ministra da Justiça, Keiko Chiba, uma ativista contra a pena capital, após assinar as sentenças de morte de dois condenados por assassinatos múltiplos, condenação aplicada em julho pela primeira vez sob o governo do Partido Democrático (PD).

O grupo de análise, que deixou de trabalhar após Chiba deixar o Ministério, em setembro, deverá convidar vários especialistas para debater o tema em janeiro e fevereiro.

O Japão, onde mais de 80% da população apoia a condenação capital, é junto com os Estados Unidos um dos poucos países industrializados e democráticos a preverem a pena de morte em seu código penal.

Fonte: Terra, www.terra.com.br