Jato da Marinha americana cai sobre edifícios e fere 6 pessoas

Uma espessa nuvem de fumaça negra saía do local, e ao menos cinco edifícios de dois andares estavam em chamas

Um caça americano F-18 caiu nesta sexta-feira (6) em uma região residencial de Virginia Beach (Virginia, leste), provocando importantes danos e seis feridos, segundo as primeiras informações fornecidas por equipes de socorro.

"Um F/A-18D do esquadrão 106 caiu em Virginia Beach", afirmou a Marinha americana em comunicado. A aeronave caiu às 12H05 locais (13H05 de Brasília) pouco depois de sua decolagem da base aeronaval de Oceana, situada a poucos quilômetros.

Uma espessa nuvem de fumaça negra saía do local, e ao menos cinco edifícios de dois andares estavam em chamas, segundo imagens de emissoras americanas que mostravam os bombeiros tentando controlar o incêndio.

Os dois pilotos conseguiram ejetar-se, afirmou à AFP o capitão de corveta Mike Kafka, um dos porta-vozes da Marinha, que completou que foram levados ao hospital local, onde permanecem em observação.

Porta-vozes do Hospital Sentara Virginia Beach afirmaram que os dois pilotos estão sendo atendidos no pronto-socorro junto com outros quatro civis feridos. "Há duas pessoas atendidas por inalação de fumaça e uma já teve alta", disse à imprensa local a porta-voz Dale Gauding.

O chefe dos bombeiros de Virginia Beach, Tim Riley, anunciou que até o momento não há informação sobre mortos ou desaparecidos.

"Até onde sabemos não temos nenhuma confirmação de que haja feridos, mas houve danos importantes em cinco edifícios", disse à CNN.

"Todos os edifícios estavam ocupados, mas por sorte não houve nenhum desaparecido, o que é um sinal positivo. Temos que avançar através de cinco edifícios gravemente danificados para fazer uma busca detalhada", completou, afirmando que os trabalhos levariam certo tempo.

Testemunhas explicaram que o avião caiu bruscamente e que o vazamento de combustível pode ter aumentado a violência do fogo.

"Os edifícios começaram a cair", disse Zack Zapatero à CNN.

"Não vi ninguém correndo para fora, mas escutei que havia idosos que viviam nesses edifícios e isso me preocupa", completou.

Outra testemunha, Jon Swain, disse à rede MSNBC que o avião caiu contra um conjunto de apartamentos.

"Havia chamas saindo da parte de trás da aeronave", completou.

O F-18 é o avião de caça da Marinha americana e está em serviço desde os anos 1980. O modelo foi vendido a diversos clientes estrangeiros.

A aeronave acidentada pertence ao esquadrão 16 da base Oceana, um imenso complexo no qual trabalham 15.000 pessoas. O esquadrão 16 serve de "esquadrão de substituição" e sua missão é treinar os pilotos da Marinha.



Fonte: UOL