Para EUA, Brasília é vulnerável a ataques de terroristas

Segundo o jornal, o então embaixador dos EUA em Brasília, Clifford Sobel, fazia comentários sobre a aplicação da Lei do Abate no Brasil

Um telegrama secreto da embaixada dos Estados Unidos no Brasil afirma que o espaço aéreo de Brasília é vulnerável ao ataque de terroristas, que poderiam utilizar um avião para atingir e destruir prédios públicos na capital federal, de acordo com reportagem publicada neste domingo pelo jornalFolha de S. Paulo. Datado de março do ano passado, o documento é um dos milhares de telegramas obtidos pelo WikiLeaks.

Segundo o jornal, o então embaixador dos EUA em Brasília, Clifford Sobel, fazia comentários sobre a aplicação da Lei do Abate no Brasil. Sobel relatava aos seus superiores um episódio em que um homem roubou um monomotor em Luziânia (GO), cidade a 56 km de Brasília. Apenas o piloto e uma criança de 5 anos, sua filha, estavam no pequeno avião que caiu no estacionamento do maior shopping de Goiânia. A reportagem informa ainda que o interesse dos americanos é sobre como a Força Aérea Brasileira (FAB) coloca em prática a Lei do Abate. Hoje, para que um piloto de caça da FAB possa atirar para destruir um avião hostil é necessário passar por diversos procedimentos, até uma autorização presidencial.

Fonte: Terra, www.terra.com.br