Jornalista americano é suspenso da ‘Time’ e da CNN por plágio

Jornalista americano é suspenso da ‘Time’ e da CNN por plágio

O plágio acontece duas semanas depois que o jovem prodígio do jornalismo científico, Jonah Lehrer pediu demissão da “New Yorker”

O colunista da ?Time? e apresentador da CNN Fareed Zakaria foi suspenso por um mês de ambos os veículos depois de admitir ter plagiado em sua coluna semanal partes de um artigo publicado na revista ?New Yorker? em abril deste ano, sobre o controle de armas. Em um comunicado publicado na ?The Atlantic Wire? nesta sexta-feira, Zakaria assumiu total responsabilidade pelo incidente. Logo após o comunicado, a ?Time? informou que aceita o pedido de desculpas, mas que a coluna de Zakaria seria suspensa por um mês, até nova revisão.

?Jornalistas especializados em mídia têm apontado que alguns parágrafos da minha coluna na ?Time? desta semana têm semelhanças ao ensaio de Jill Lepore na edição de 22 de abril da ?New Yorker?. Eles estão certos. Eu cometi um erro terrível. É um lapso grave e a culpa é totalmente minha. Peço desculpas sem reservas a Jill, aos meus editores da ?Time? e aos meus leitores?.

O plágio acontece duas semanas depois que o jovem prodígio do jornalismo científico, Jonah Lehrer pediu demissão da ?New Yorker? em julho por, como admitiu, alterar e às vezes criar citações - incluindo algumas de Bob Dylan. Antes, Lehrer já fora advertido por ?reciclar? antigos textos seus para o blog que escrevia no site da revista. O porta-voz da ?Time? Ali Zelenko informou que a suspensão de Zakaria está ?pendente de uma análise mais aprofundada?.

?A ?Time? aceita as desculpas de Fareed, mas o que ele fez viola nossos próprios padrões para colunistas, que dizem que o trabalho deve ser não apenas factual, mas original; que as opiniões precisam não só ser suas, mas também suas palavras?, disse Zelenko.

Plágio também em blog

Durante toda sua carreira, Zakaria recebeu numerosos prêmios e títulos honorários de instituições de grande prestígio como as universidades de Harvard, Brown e Johns Hopkins. Jornalistas e blogueiros americanos chamam a atenção para o fato do jornalista ser doutor pela universidade de Harvard e ser membro do conselho da igualmente prestigiada Universidade de Yale, que atua com rigor em casos de plágio e não raro expulsa os envolvidos em situações do tipo. Jill Lepore, lembram, tem PhD também por Yale.

A CNN, que como a revista ?Time? é de propriedade da ?Time Warner?, disse que também suspenderia a coluna semanal ?Fareed Zakaria GPS?. Em um comunicado, a rede de TV afirmou que Zakaria escreveu um post curto em seu blog na CNN.com sobre o mesmo tema, ?que incluiu trechos semelhantes plagiados?. O post foi removido do ar.

Esta não é a primeira vez que Zakaria, de 48 anos, esteve sob fogo cruzado. Em 2009, o colunista Jeffrey Goldberg o acusou de copiar algumas citações suas sem atribuição. Ele também causou polêmica por uma série de conversas ?em off? com o presidente Barack Obama. O jornalista, nascido na Índia, divide seu tempo como apresentador da CNN, editor da ?Time? e colunista do ?Washington Post?, além de ser autor de vários livros.

Compare abaixo os dois textos:

Lepore:

?Como Adam Winkler, um professor de Direito Constitucional na Universidade da Califórnia, demonstra em um livro novo e extraordinariamente sutil, ?Tiroteio: A batalha sobre o direito de portar armas nos EUA?, as armas foram regulamentadas nos Estados Unidos desde o início?.

Zakaria:

?Adam Winkler, professor de Direito Constitucional na Universidade da Califórnia, documenta a história real em ?Tiroteio: A batalha sobre o direito de portar armas nos EUA?. As armas foram regulamentadas nos Estados Unidos desde os primeiros anos da república?.

Fonte: Extra