Jornalista da Charlie Hebdo sofre ameaças de morte

As ameaças também foram feitas contra seu marido, que permaneceu no Marrocos sem qualquer proteção, afirmaram fontes ligadas ao caso.


Nesta sexta-feira (20) sindicatos de jornalistas da França e do Marrocos denunciaram  as ameaças de morte feitas nas redes sociais contra Zineb El Rhazaoui, uma colaboradora da revista francesa Charlie Hebdo atacada por islamitas em janeiro.

"Hoje estão ameaçando Zineb El Rhazaoui e seu marido, Jaouad Benaissi", denunciou a Federação Internacional de Jornalista (FIJ) em um comunicado. "As ameaças são acompanhadas com foto e informações sobre a residência e o local de trabalho do marido, difundidas no Twitter", acrescenta.

Um psicóloga franco-marroquina especialista em religiões, Zineb El Rhazoui, se encontra atualmente na França, e está sob proteção especial da polícia. As ameaças também foram feitas contra seu marido, que permaneceu no Marrocos sem qualquer proteção, afirmaram fontes ligadas ao caso.

Fonte: Terra