Jovem búlgara sobrevive após ter faca de 12 centímetros cravada na cabeça

Os médicos explicaram que a lâmina penetrou através da órbita do olho esquerdo, passou perto do nariz e perfurou o palato.

Uma equipe de médicos da Bulgária conseguiu retirar uma faca de 12 centímetros que tinha atravessado um olho, o nariz e a boca de uma adolescente, que não sofreu danos cerebrais nem perda de visão, segundo publica nesta quinta-feira (29) a imprensa local.

Os médicos explicaram que a lâmina penetrou através da órbita do olho esquerdo, passou perto do nariz e perfurou o palato, mas sem afetar fatalmente nenhum desses órgãos.

Gueorgui Nikolov, cirurgião que fez a operação, contou à agência Standart News que o procedimento foi complicado.

? Tive dificuldade de tirar a faca. Tinha sido cravada com muita força e tínhamos que ter cuidado para não lesionar vasos sanguíneos importantes.

O médico assegurou que a adolescente vê normalmente com seu olho e que o cérebro não foi afetado, embora seja possível que no futuro sofra de infecções frequentes no nariz. A paciente foi internada consciente no hospital da cidade de Pleven e inclusive perguntou à equipe médica se iria morrer, relatou o cirurgião.

A adolescente foi apunhalada por seu irmão durante uma briga para ver de quem era a vez de usar o computador. O agressor, de 16 anos, foi detido.


Jovem búlgara sobrevive após ter faca de 12 centímetros cravada na cabeça

A adolescente foi apunhalada por seu irmão durante uma briga para ver de quem era a vez de usar o computador

AP Photo/Marco Ugarte

Fonte: r7