Jovem de 16 anos trata doença rara com biscoitos e chocolates

A dieta radical, rica em carboidratos e proteínas, fornece a Elle a energia extra que ela precisa para compensar a doença.

Uma inglesa de 16 anos superou uma doença grave após adotar uma dieta com muitos chocolates, biscoitos e outros doces. Elle Wilkinson chegou a ficar na fila para receber um transplante de fígado depois do diagnóstico de hepatite autoimune, mas a recuperação foi tão boa que seus médicos a retiraram da lista.



A dieta radical, rica em carboidratos e proteínas, fornece a Elle a energia extra que ela precisa para compensar a doença. A perda de energia é uma das principais consequências do mau funcionamento do fígado.

?Ela perde energia o tempo todo, mas os carboidratos te dão energia. Ela deveria comer massa e arroz, mas ela não gosta. Então come muito queijo, pão, chocolate e biscoitos. Para Elle, essa é uma dieta saudável?, contou a mãe Pam Wilkinson-Brown.

?É estranho ter que comer esses alimentos em excesso, quando ouvimos sempre que devemos comê-los com moderação para evitar a obesidade ? mas eu não estou reclamando?, completou Elle, que disse que as amigas mal conseguem acreditar.

A adolescente vai continuar sendo monitorada pelos médicos. Mesmo com a melhora no momento, existe o risco de que o fígado volte a piorar e Elle precise de um transplante no futuro ? o que os médicos querem evitar.

Fonte: G1