Jovem é atacada com ácido depois de se negar a fazer sexo; casos estão mais comuns

Jovem é atacada com ácido depois de se negar a fazer sexo; casos estão mais comuns

A mulher, de 24 anos e casada, sofreu queimaduras no rosto e no corpo como consequência do ataque.

Uma jovem indiana foi atacada com ácido por dois homens após se negar a praticar sexo com eles na região indiana de Jharkhand, onde há poucos dias apareceram ameaças de ataques deste tipo contra as meninas que vestissem calças jeans.

A mulher, de 24 anos e casada, sofreu queimaduras no rosto e no corpo como consequência do ataque, registrado no povoado de Bagdehari quando a vítima tomava banho em um lago local.

Nesse momento, os dois homens a abordaram e lhe pediram que fizesse sexo com eles, e diante da negativa da mulher a atacaram com ácido.

Ambos tinham tentado fazer sexo com a mulher antes de seu casamento, e aproveitaram uma visita da vítima a seus pais no povoado para cometer o crime.

Este é o segundo caso de ataque com ácido do qual se tem notícia na região de Jharkhand, onde outra menina foi atacada por motivos similares no distrito de Dhanbad, segundo informou a agência indiana "Ians".

Comuns

Relatórios de organizações internacionais apontam que 80% de ataques com ácido contra mulheres por parte de homens acontecem em Camboja, Paquistão, Afeganistão, Índia e Bangladesh.

Fonte: UOL