Jovem é condenado por dirigir com filhos amarrados no capô

"Eu deixei o álcool tomar as decisões por mim", disse ele.

Um homem foi sentenciado a 18 meses de prisão domiciliar por dirigir bêbado com seus três filhos e outra menina amarrados ao capô de seu carro em Fort Wayne, no estado americano de Indiana.

Aaron Stefanski, de 29 anos, disse ao juiz que se arrependeu do que fez, segundo a imprensa local.

Ele amarrou seus três filhos, com entre 4 e 6 anos, e a filha de uma vizinha, de 7 anos.

A polícia prendeu Stefanski e a vizinha, Jessica A. Clark, após um policial de folga chamar o número de emergência.


Jovem é condenado por dirigir com filhos amarrados no capô

Ele usou uma cinta de reboque para amarrar as crianças, segundo a polícia.

Stefanski afirmou que iria apenas dar uma volta no quarteirão com as crianças. "Pensei que ia ser divertido", disse após a prisão.

As crianças foram soltas e não se machucaram. Desde então, elas estão sob custódia da mãe, que não é mais casada com Stefanski.

Ele se declarou culpado em três acusações de negligência com crianças e em uma de dirigir embriagado.

Como parte do acordo feito com as autoridades para admitir a culpa, outras acusações foram retiradas.

"Eu deixei o álcool tomar as decisões por mim", disse Stefanski ao jornal local "The Journal Gazzette", afirmando que se arrepende do que fez desde sua prisão, em 7 de maio.

Ele também terá de passar por outras medidas socioeducativas e passar por avaliações médicas e psicológicas para tratar de seu problema com álcool.

Jessica, a mãe da quarta criança, ainda vai ser julgada pelo seu envolvimento no caso.

Fonte: G1