Jovem é morta após ser atraída para falso emprego

Jovem é morta após ser atraída para falso emprego

Jovem tinha sido convidada para expedição de resgate de animais feridos, em caso que chocou o país.

Uma jovem australiana foi encontrada morta dois dias depois de ter partido para uma viagem com um homem que conheceu no Facebook e que a convidou para resgatar animais feridos, em um caso que chocou o país.

O corpo de Nona Belemosoff, de 18 anos, foi encontrado em um riacho.

A polícia disse que Christopher James Dannevig, de 20 anos, tinha criado um perfil falso no Facebook no qual dizia ser um defensor de animais.

Ele teria atraído Nona com a perspectiva de lhe oferecer um emprego e a convidou para uma expedição em busca de animais feridos em um cerrado ao sul de Sydney. Dannevig foi indiciado por assassinato.



"Nona disse que, se não viajasse perderia o emprego, que era seu sonho", disse seu irmão, Gary.

Milhares de pessoas colocaram mensagens na página de Nona no Facebook após a notícia de sua morte.

A polícia alertou para os perigos representados pelas redes sociais na internet.

"É uma área onde predadores e pervertidos frequentam. Você não sabe com quem está falando", disse um dos investigadores do caso, o policial Russell Oxfordele.

Fonte: BBC