Jovem morto em interrogatório do FBI estava desarmado, divulga jornal

Ele era suspeito de ter vínculo com um dos autores do atentado a Boston


Jovem morto em interrogatório do FBI estava desarmado, diz jornal
O jovem checheno morto por um agente do FBI na semana passada, durante um interrogatório sobre seu suposto vínculo com um dos autores dos atentados de Boston, estava desarmado, informa o jornal The Washington Post nesta quarta-feira (30).

Ibragim Todashev, 27 anos, foi morto durante um interrogatório na Flórida no dia 23 de maio, quando teria atacado um agente do FBI com uma faca. O jovem era suspeito de participação, junto com Tamerlan Tsarnaev, de um triplo homicídio ocorrido antes dos atentados em Boston.

Um membro do FBI disse ao Post que Todashev atacou o agente e virou a mesa, mas não tinha qualquer arma.O disparo ocorreu após horas de interrogatório, que havia começado na noite anterior.

Segundo a polícia, Tsarnaev e Todashev assassinaram três pessoas em um subúrbio de Boston, há dois anos, cujos corpos decapitados foram encontrados cobertos de maconha e milhares de dólares. Após a morte de Todashev, seu pai, Abdulbaki Todashev, questionou o relato do FBI, que está revisando os detalhes do incidente.

"O FBI leva muito a sério os incidentes com tiroteio envolvendo nossos agentes e temos um processo eficaz e testado para abordá-los internamente", disse o porta-voz do FBI Paul Bresson, acrescentando que funcionários do departamento de Justiça participam da investigação.

Segundo a imprensa americana, Todashev era amigo de Tamerlan Tsarnaev, que conheceu através da paixão de ambos pelas artes marciais.

Tamerlan Tsarnaev, 26, e seu irmão Dzhokhar, 19, foram os autores dos atentados de 15 de abril durante a Maratona de Boston, que deixaram três mortos e 260 feridos. A polícia matou Tamerlan em um tiroteio e Dzhokhar foi capturado após uma vasta operação.

Fonte: G1