Jovem com 96% do corpo queimado em acidente sobrevive

Jovem com 96% do corpo queimado em acidente sobrevive

Catrin ficou três meses em coma e passou por mais de 200 cirurgias.

Um acidente de ônibus que bateu em um penhasco nos alpes franceses deixou a britânica Catrin Pugh, 20 anos, com 96% do corpo queimado. Com apenas uma chance em 1000, ela surpreendeu os médicos e se tornou o primeiro caso do mundo a sobreviver. As informações são do Daily Mail desta quinta-feira (1).

Com 96% do corpo queimado, somente as solas dos pés e partes do couro cabeludo não foram atingidos pelas chamas. Catrin ficou três meses em coma e passou por mais de 200 cirurgias.

? Tem sido realmente horrível. Eu acordei do coma depois de três meses sem saber onde estava ou o que tinha acontecido.

Na tragédia, o motorista do ônibus morreu, dois passageiros ficaram gravemente feridos, assim como Catrin, e 23 dos 52 saíram com ferimentos leves.

? No início, pensei que nunca ficaria melhor e não havia futuro para mim. Mas sempre há um lado positivo em tudo o que acontece. Além disso, é importante ouvir e acreditar nos amigos e familiares quando eles dizem que vai ficar tudo bem.

Durante a recuperação, a jovem precisou aprender a andar de novo assim como fazer outras atividades cotidianas, entre elas, cozinhar e tomar banho.

Como parte do tratamento, ela também precisou se submeter a enxertos de pele de sua mãe e de seu irmão, além de pele produzida artificialmente em laboratório.

? O apoio dos meus amigos, familiares e dos funcionários do hospital têm sido fantástico.

Fonte: r7