Jovem rouba preservativo para fazer sexo e é morta pelo pai

Pai estrangula e mata filha de 19 anos em “crime de honra”

Um pai muçulmano estrangulou sua filha de 19 anos até a morte porque a menina havia roubado preservativos para ter relação íntima com o namorado.

Asadullah Khan e sua esposa, Shazia, pegaram o corpo da filha, Lareeb, e o levaram a um terreno isolado na Alemanha.

Khan, de 51 anos, admitiu o assassinato porque, segundo ele, a filha tinha cometido “desonra” para a família após começar um namoro com o rapaz que ele não aprovava.

Ele e sua mulher se uniram em um casamento arranjado e Khan queria o mesmo para a filha.

Khan e sua esposa, originalmente do Paquistão, estão sendo julgados por assassinato. Shazia, de 41 anos, disse que é oprimida e agiu sob influência do marido, sendo incapaz de salvar a filha.

Shazia contou que um determinado dia recebeu um comunicado da polícia dizendo que Lareeb tinha sido pega roubando preservativos. Neste dia o marido teve certeza que a filha estava tendo relação íntima com o namorado.

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Gadoo