Jovens são presos por atirar e amarrar cão em linha férrea

O cão sobreviveu e está se recuperando em uma clínica veterinária


Dois adolescentes foram presos nos Estados Unidos sob a acusação de crueldade contra os animais por ter atirado e amarrado nos trilhos de uma linha férrea um cão que sobreviveu e está se recuperando em uma clínica veterinária, informou polícia nesta quinta-feira.

Natwan Callaway e Bobby Hollinger, detidos nesta quarta-feira, também foram acusados de terem entrado ilegalmente na propriedade da companhia ferroviária CSX, onde deixaram o cão amarrado aos trilhos com múltiplos ferimentos de bala, indicou em um comunicado a polícia de Tampa, Flórida (sudeste dos Estados Unidos).

O cão chamado Cabella, uma mistura de pitbull com outras raças, foi encontrado em 4 de março por policiais alertados de tiros na área.

Os agentes chamaram a equipe da CSX para frear qualquer possível trem até que desamarrassem o cão.

O animal havia sido adquirido para participar de lutas, mas não era agressivo e por isso os adolescentes decidiram se livrar dele, segundo a polícia.

A página da polícia de Tampa no Facebook foi inundada com comentários de apoio os cão Cabella, enquanto a clínica veterinária recebeu doações, indicou nesta quinta-feira a imprensa local.

Outras pessoas podem ser detidas por este crime, advertiu a polícia. Os adolescentes foram levados para um centro de detenção juvenil.

Fonte: Terra