Líder do Nirvana era "muito bem dotado", diz Courtney Love

Cantora falou sobre Kurt Cobain em entrevista à revista norte-americana "GQ"

A cantora Courtney Love, viúva de Kurt Cobain, revelou em entrevista à revista norte-americana "GQ" que o líder do Nirvana era "muito bem dotado".

A declaração ácida veio depois que Courtney foi perguntada sobre a possibilidade do ator Brad Pitt interpretar o falecido marido em um filme biográfico.

"Kurt tinha mais presença e beleza que Brad Pitt. Era um líder, era forte e, na verdade, era muito bem dotado, se você quer saber", declarou à publicação, deixando no ar um clima de reprovação sobre o nome de Pitt.



A cantora do Hole também confirmou o boato de que Kurt havia sido chamado pelo diretor Quentin Tarantino para integrar o elenco de "Pulp fiction - Tempo de violência", de 1994.

"Quer saber por que Kurt agradeceu Quantin na contracapa do álbum "In utero"? Porque o diretor o convidou para fazer o papel que foi de Eric Stoltz no filme", contou a polêmica musicista.

Recentemente Courtney teve que pagar mais US$ 430 mil à estilista Dawn Simorangkir, que a processou em março de 2009 sob acusação de ter feito falsas afirmações sobre ela em uma série de comentários em suas páginas no Twitter e MySpace.

Em outra entrevista, concedida no ano passado, Courtney também revelou que já teve um caso com a modelo Kate Moss: "Foi algo que aconteceu em Milão nos anos 1990. Aconteceu e foi legal e não importa mais. E ela fala sobre isso e então eu espero que ela não fique louca porque tornei isso público?, disse à revista ?Hot press?.

Fonte: G1