Líder terrorista da rede no Afeganistão é preso, diz Otan

Haji Mali Khan foi preso durante operação na província de Paktia.

A Otan anunciou neste sábado (1º) que capturou um importante líder da rede terrorista Haqqani, aliada da al-Qaeda e do Talibã no Afeganistão.

Haji Mali Khan foi preso durante operação na província de Paktia, no leste do país invadido, próximo à fronteira com o Paquistão, segundo o comando das forças ocidentais.

A Aliança Atlântica afirmou que a prisão é um "marco significativo" na luta contra o grupo terrorista.

Khan seria tio de Siraj e Babruddin Haqqani, dois dos filhos de Jalaludin Haqqani, o veterano líder do grupo.

A rede Haqqani, fundada por Jalaluddin Haqqani, ex-mujahedin e herói da resistência a União Soviética nos anos 1980, que depois se tornou aliado dos talibãs, é o grupo insurgente mais ativo e mais temido pelas forças internacionais no Afeganistão.

Jalaluddin, membro do Conselho Supremo dos Talibãs dirigido pelo mulá Mohamed Omar, entregou o comando operacional da rede a seu filho Sirajuddin Haqqani. O grupo opera a partir de suas importantes bases de retaguarda nas zonas tribais paquistanesas, na fronteira com o Afeganistão.

"Haji Mali Khan era um dos principais dirigentes da rede Haqqani", afirma a Isaf, a força da Otan no Afeganistão, em um comunicado.

"Sabemos que é um membro da família de Sirajuddin Haqqani, talvez um primo, mas não tenho certeza de que seja um comandante ativo da rede Haqqani", declarou à AFP Lutfullah Mashal, porta-voz do serviço secreto afegão, o NDS.

Fonte: g1, www.g1.com.br