Lutador é preso após bater e desfigurar sua mulher com vários chutes no rosto na Inglaterra

Lutador é preso após bater e desfigurar sua mulher com vários chutes no rosto na Inglaterra

Um policial disse que este foi "o mais perturbador" ataque que viu em serviço

O lutador Gary Marcel agrediu brutalmente sua mulher, Charlotte Small, após receber uma mensagem de texto na qual ela dizia que o relacionamento dos dois estava acabado. O crime aconteceu em Maidstone, na Inglaterra.

Segundo informações do tabloide britânico Daily Mail, Marcel forçou sua entrada na casa onde vivia com Charlotte, de 33 anos e mãe de dois filhos, e começou a chutar e a dar socos no rosto da vítima.

Enquanto agredia a mulher, o lutador gritava: ?ninguém vai querer você agora? e que estava lá para matá-la.

Charlotte ficou com marcas nos seios, fraturou a órbita ocular e quase teve a orelha arrancada durante o ataque.

? Algumas vezes ele parava, acariciava meu cabelo e dizia que precisava de uma pausa.

O pesadelo de Charlotte acabou quando seu vizinho, Martin Nolan, ouviu seus gritos e chamou a polícia.

Quando os oficiais chegaram ao local do crime, eles encontraram Marcel ao lado do corpo seminu e aparentemente sem vida da mulher. As mãos do agressor estavam pingando sangue da vítima.

Um dos policiais que trabalhou na operação disse que este foi "o mais perturbador ataque que vi em meus 10 anos de serviço?.

Em 2012, Marcel já havia atacado a mulher na frente dos filhos.

? Foi horrível. Meu filho se escondeu debaixo da cama e minha filha tentava tirar ele de cima de mim.

Marcel foi preso e negou a tentativa de assassinato, mas confessou as agressões à mulher.

Fonte: r7