Lutador que arrancou coração de amigo ainda vivo pode pegar 50 anos de cadeia

Lutador que arrancou coração de amigo ainda vivo pode pegar 50 anos de cadeia

Crime ocorreu em março de 2010, com os dois sob efeito de cogumelos

O lutador de MMA (artes maciais mistas) Jarrod Wyatt foi considerado culpado de assassinato em primeiro grau por um crime grotesco: em 2010, ele fez um corte de 45 cm no peito do amigo Taylor Powell, arrancou o coração, a língua e parte da face dele, enquanto ambos estavam sob efeito de cogumelos alucinógenos.

Wyatt pode pegar ao menos 50 anos de prisão pelo crime, segundo o site americano "Gawker".

Quando a polícia chegou ao local do crime, uma casa na foz do rio Klamath, na Califórnia, eles encontraram o lutador nu e coberto de sangue. Ele contou aos policiais que havia matado o amigo e que havia retirado o coração e a língua dele.

O corpo de Powell foi encontrado no sofá. O peito estava ainda aberto e o coração, a língua e a pele do rosto haviam sido removidos, segundo a investigação. O coração foi encontrado carbonizado num fogão à lenha.

Uma autópsia mostrou que os órgãos foram removidos com Powell ainda vivo.

Fonte: G1