Mãe admite ter agredido e matado seu filho de apenas três anos na Escócia

Rosdeep Adekoya havia declarado em janeiro que a criança tinha desaparecido


Mãe admite ter matado filho de três anos na Escócia

Rosdeep Adekoya, de 34 anos, foi declarada nesta sexta-feira (25) culpada da morte de seu filho de três anos, Mikaeel Kular, pela corte de Edimburgo.

De acordo com o jornal inglês The Independent, uma investigação havia sido iniciada quando a criança desapareceu de sua casa, na capital escocesa, em janeiro deste ano.

O corpo de Mikaeel Kular foi encontrado em um bosque de Kirkcaldy, a cerca de 40 km de distância do local do sumiço.

Rosdeep Adekoya, detenta da prisão de Cornton Vale em Stirling, admitiu ter agredido e matado o filho no apartamento da família e escondido o corpo no bosque. Anteriormente, ela havia declarado à polícia que o filho havia desaparecido.

A mulher disse ter batido no filho repetidas vezes das mais diversas maneiras entre os dias 12 e 15 de janeiro. Ela enrolou o corpo da criança em um edredom, o colocou no carro, dirigiu até Kirkcaldy e o enterrou atrás de um arbusto em um bosque perto de uma casa.

Após isso, ela ligou para a polícia para comunicar o desaparecimento de seu filho. Ela admitiu ter provocado uma grande investigação, que envolveu polícia, bombeiros, salva-vidas e equipes de resgate de montanhas.

Fonte: r7