Mãe empresta útero e dá à luz a bebê do seu filho gay

Mexicana emprestou o ventre para realizar sonho do filho de ser pa

Uma mexicana de 50 anos se transformou em mãe e avó ao mesmo tempo ao emprestar seu ventre para que o filho homossexual pudesse ser pai. "Foi meu primeiro neto, e não o sinto assim porque também é meu quarto filho?, disse a mãe de Jorge, um empresário mexicano de 31 anos, ao jornal ?Reforma?.

Para realizar o sonho do filho, o desafio da família começou em novembro de 2009. Cinco meses mais tarde, a mãe de aluguel estava grávida, após ter sido inseminada com o embrião gerado por Jorge e os óvulos doados por uma amiga.

A mãe, que não quis se identificar, disse ter tido a ideia após assistir a um programa de TV em que especialistas diziam que a melhor barriga de aluguel era a avó. No início, Jorge resistiu à proposta da mãe, mas depois viu que esta podia ser a melhor alternativa.

?Minha mãe me dizia: ?pense na criança, uma mãe barriga de aluguel luta o tempo todo para não amá-lo porque vai doá-lo, e eu não, porque vai ser meu neto??, contou o empresário.

Além de ajudar ao filho, a intenção da mãe era retribuir Jorge, que anos antes doou um rim para salvar a vida do pai.

?Nunca me arrependi. Ao contrário, é um prazer e um privilégio. Também é certo que sofri mudanças hormonais. Logo comecei a engordar?, disse ela ao argentino ?Clarín?.

A notícia foi contada a amigos e familiares quando os dois tiveram certeza que a mãe substituta estava grávida, 21 anos depois de ter dado à luz o último filho. Embora houvesse riscos pela idade da mãe, Jorge disse que ao ver o filho no primeiro exame de ultrassom, soube que todo esforço valeu a pena.

O bebê, um menino chamado Darío, nasceu na última última segunda-feira (1º), com 2,4 quilos e 49 centímetros e receberá os dois sobrenomes do pai.

Fonte: g1, www.g1.com.br