Mãe mata filho de 10 anos para “salvá-lo” do constrangimento por ter orelhas de abano

Ela foi presa após bater seu carro em outro do estacionamento no momento que tentava fugir do hospital

Nuray Sacan, de 37 anos, está sendo acusada de ter estrangulado seu filho. Ela havia pago uma cirurgia plástica para o filho no Hospital Gazi, na capital turca de Ankara. Mas, após perceber que o resultado da cirurgia não era o esperado, a mãe teria matado a criança estrangulada para “livrá-lo” do constrangimento por ter nascido com orelhas grandes.


As câmeras mostraram o momento que a mãe leva a criança para o banheiro. Pouco tempo depois, ele foi encontrado morto. A polícia afirmou que ele foi enforcado com as próprias gazes que enfaixavam as orelhas.

Ela foi presa após bater seu carro em outro do estacionamento no momento que tentava fugir do hospital.

Em declaração à polícia, Sacan disse: “Ambas as orelhas haviam se tornado ainda maiores depois da cirurgia. Ele ficou muito feio. Ele ia se sentir ainda mais envergonhado na frente dos amigos e eu apenas quis salvá-lo do constrangimento”.

Ela ainda comentou que seu filho sofreu com brincadeiras e humilhações durante toda a vida: “Eu estava apenas tentando protegê-lo de uma vida de dor”, disse.

Nuray Sacan está sob custódia e aguarda julgamento.

 

Fonte: Mirror