Magnata doa R$ 1 milhão para campanha pró-maconha

George Soros deu apoio à Proposta 19; Estado terá referendo sobre liberação da droga

O milionário americano de origem húngara George Soros doou nesta terça-feira (26) o equivalente a R$ 1,7 milhão (US$ 1 milhão) à campanha pela proposta para legalizar a maconha na Califórnia, nos Estados Unidos. O referendo será votado no próximo 2.

O magnata anunciou seu apoio à Proposta 19 em artigo publicado na edição desta terça-feira do Wall Street Journal.

Na nota, Soros escreveu que embora a proposta que estabelece um imposto à comercialização da maconha não seja perfeita, sua aprovação "seria um grande avanço e suas deficiências poderiam ser corrigidas com base na experiência".



- Regular e taxar a maconha poderia, simultaneamente, poupar quem paga impostos de bilhões de dólares em forças de segurança e prisões caras, enquanto poderia prover muitos bilhões de dólares em ganhos anualmente.

Pouco depois da publicação da nota, o jornal Sacramento Bee, da Califórnia, noticiou que Soros fez um aporte de R$ 1,7 milhão (US$ 1 milhão) à conhecida Proposta 19.

Para o investidor, um imposto sobre o consumo de cannabis "reduziria a delinquência, a violência e a corrupção associadas aos mercados das drogas, bem como as violações das liberdades civis e dos direitos humanos, que ocorrem quando um grande número de chamados cidadãos respeitosos da lei estão sujeitos à prisão. Em troca, a polícia poderia se concentrar nos crimes graves".

Fonte: R7, www.r7.com