Mais de 70 ficam feridos em protesto contra trem na Itália

A polícia prendeu pelo menos cinco pessoas e usou gás lacrimogênio para tentar dispersar centenas de manifestantes perto da obra

Mais de 70 pessoas ficaram feridas no domingo quando manifestantes contrários à instalação de uma linha de trem de alta velocidade entre a França e a Itália lançaram pedras contra a polícia.

Milhares de pessoas se uniram em protestos inicialmente pacíficos no vale de Susa, próximo de Turin, para tentar impedir a construção de um túnel que afirmam que vai prejudicar o meio-ambiente.

Mas a violência acabou surgindo em vários pontos ao redor da área de construção, ferindo mais de 70 policiais, manifestantes e um trabalhador do local.



A polícia prendeu pelo menos cinco pessoas e usou gás lacrimogênio para tentar dispersar centenas de manifestantes perto da obra.

"É uma guerra civil", disse o escritor Beppe Grillo, descrevendo os manifestantes como heróis. Enquanto isso, vários líderes políticos condenaram a violência.

A França e Itália assinaram um acordo em 2001 para construção de uma linha de trem de alta velocidade, abrindo uma ligação mais rápida entre duas das maiores economias da Europa. Os moradores do vale se opõem fortemente ao projeto de 15 bilhões de euros, que é apoiado pelo governo local.

Fonte: Folha Online, www.folha.com.br