Enchente já matou mil pessoas no Paquistão

Equipes de resgate estão com dificuldades de chegar às zonas inundadas.

O número de mortos em decorrência das inundações no Paquistão chegou a mais de mil, segundo o último registro apresentado neste domingo (1º) pelas autoridades. Segundo a agência de notícias Associated Press, o número total de vítimas já chega a 1.100. Helicópteros são usados para tentar dar apoio à população afetada pelas inundações no "Mais de 1.000 pessoas morreram nas inundações em diferentes partes da província de Khiber Pajtunjua" (noroeste), disse o ministro da Informação provincial, Mian Iftijar Husain. Um alto funcionário da Autoridade provincial de Gestão de Desastres confirmou o registro. No sábado, segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), as enchentes no noroeste do Paquistão já afetavam mais de um milhão de pessoas. Segundo o ministro de Informação de uma das províncias afetadas, Mian Iftikhar Hussain, as cheias já são as piores registradas na região. As inundações são causadas pelas chamadas chuvas de monções, que levaram diversos rios no país e no vizinho Afeganistão a transbordar. Equipes de resgate estão com dificuldades de chegar às zonas inundadas. Vilarejos inteiros, estradas e pontes foram destruídos.Mesmo a maior cidade da região, Peshawar, com mais de três milhões de habitantes, está incomunicável.

Fonte: G1 e Folha