Manifestante de topless chocam Putin durante visita à Alemanha

Manifestante de topless chocam Putin durante visita à Alemanha

Ativistas do Femen causaram tumulto em evento com Putin e Merkel. Uma das mulheres chegou a metros dos dois, gritando contra "ditador".

Manifestantes de topless perturbaram nesta segunda-feira (8) a visita do presidente russo Vladimir Putin ao Salão da Indústria de Hanover, que ele inaugurou ao lado da chanceler alemã Angela Merkel.

Putin e Merkel estavam no estande da montadora alemã Volkswagen, ao lado do presidente da empresa, Martin Winterkorn, quando quatro mulheres avançaram em direção ao local aos gritos de "Fuck dictator!", classificando o presidente russo de "ditador". Uma das ativistas do Femen, grupo feminista de origem ucraniana que costuma fazer manifestações com os seios à mostra, chegou a apenas metros de Putin e Merkel, mas foi contida por seguranças.

O presidente e a chanceler inauguraram o Salão na noite de domingo (7), quando a chanceler alemã pediu a Putin e a Rússia uma "oportunidade às organizações não governamentais e às múltiplas associações das quais sabemos, aqui na Alemanha, que são um motor para a inovação".

A declaração foi uma referência às operações na Rússia contra várias ONGs internacionais, incluindo fundações políticas alemãs.

Merkel e Putin também homenagearam as vítimas do nazismo em um cemitério para trabalhadores forçados perto de Hanover, onde estão enterradas 386 vítimas assassinadas pela Gestapo em 1945, incluindo 154 russos.


Manifestante de topless chocam Putin durante visita à Alemanha

Manifestante de topless chocam Putin durante visita à Alemanha

Manifestante de topless chocam Putin durante visita à Alemanha

Manifestante de topless chocam Putin durante visita à Alemanha

Manifestante de topless chocam Putin durante visita à Alemanha

Manifestante de topless chocam Putin durante visita à Alemanha

Fonte: G1