Marido esfaqueia mulher 15 vezes na frente de sua filha e a atropela

Marido esfaqueia mulher 15 vezes na frente de sua filha e a atropela

Homem alegou que realizou a ação após sofrer ataque de “demônios”.

Um morador do norte de Londres, na Inglaterra, foi condenado à prisão perpétua após cometer um assassinato brutal. Ele esfaqueou sua mulher por pelo menos 15 vezes consecutivas e a atropelou ao imaginar que ela estava tendo um caso com o vizinho.

Minta Adiddo enviou um cartão de Natal para a mulher, Akua Agyeman, quando ela lutava pela vida no hospital. Ele culpou o ataque a ?demônios? na carta.

A mulher de 32 anos faleceu dois meses após o esfaqueamento brutal, o qual foi testemunhado pela filha de cinco anos de idade O homem havia sido detido sob pena de 17 anos, mas, nesta segunda-feira (16), ele acabou sendo condenado à prisão perpétua.

O acusado foi declarado culpado de homicídio, mas negou o assassinato. Ele afirmou que suspeitava que sua mulher estava lhe traindo com o vizinho, em outubro de 2012.

O homem usou uma faca de cozinha para atingir sua esposa, a qual conseguiu escapar pela janela da sala de estar e acordou os vizinhos com seus gritos e pedidos de socorro. A mulher caiu no chão ao ser atingida 15 vezes, e Adiddo, ao perceber que ela ainda estava viva, entrou em seu carro e a atropelou.

As últimas palavras de Agyeman foram usadas para perguntar se os dois filhos estavam bem.

Fonte: Tecmestre