Médicos realizam cirurgia rara e removem "2º cabeça" de bebê de dois meses no Afeganistão

Médicos realizam cirurgia rara e removem "2º cabeça" de bebê de dois meses no Afeganistão

Menina de dois meses nasceu com outro crânio colado à sua cabeça

Médicos do leste do Afeganistão realizaram uma rara cirurgia para remover um crânio que estava crescendo paralelamente à cabeça de uma menina de dois meses de idade.

A operação foi bem-sucedida, e a menina, Asree Gul, recebeu alta do hospital da província de Nangarhar, no leste do país, na quarta-feira.

Asree Gul é filha de produtores rurais no distrito de Chaparhar. Ela tem uma irmã gêmea que nasceu em perfeitas condições de saúde.

Os médicos acreditam que um terceiro gêmeo estava se formando junto com elas, mas não conseguiu se desenvolver e morreu. O crânio deste terceiro bebê teria ficado colado à cabeça de Asree Gul antes do nascimento.

A família da menina procurou os médicos. A bebê não conseguia dormir direito, e a família disse que estava sendo estigmatizada dentro da sua comunidade.

O médico que liderou a cirurgia, Ahmad Obaid Mojadid, disse que foi a primeira vez que algo assim foi tentado no leste do Afeganistão.

"Nós não temos equipamentos muito avançados, mas estamos muito felizes de realizar esta cirurgia com sucesso", disse ele.

O médico decidiu operar o bebê gratuitamente, já que os pais não tinham dinheiro para cobrir os custos, em torno de R$ 9 mil.

Fonte: G1