Menina cai em parque e seringa perfura a coxa; pais temem HIV

Menina cai em parque e seringa perfura a coxa; pais temem HIV

A família de Siann Parkinson, 2 anos, terá que esperar 2 meses para saber o resultado

A pequena Siann Parkinson estava brincando em um parque, na Inglaterra, com a mãe a cabeleireira Annabel, 25 anos. Enquanto se divertiam com o cão da família, Annabel tomou um susto. Siann correu até uma encosta gramada quando caiu e uma seringa perfurou a sua coxa direita. Ela começou a gritar e correu para os braços da mãe.

Quando Annabel viu a filha, ela já havia puxado a seringa e estava segurando-a enquanto o sangue escorria pela perna.

Rapidamente, elas foram para o hospital, onde Siann tomou uma injeção de hepatite B e fez exames de sangue. Annabel soube, no entanto, que teria que voltar em junho e julho para tomar mais injeções e fazer outros exames. Diante da possibilidade da filha ter sido infectada pelo vírus HIV, Annabel não consegue se acalmar desde então.

?Somente após esse período, os especialistas poderão comparar os exames de sangue e dizer definitivamente se minha filha tem ou não HIV. Parece uma eternidade?, disse Annabel ao jornal britânico Daily Mail.

Segundo os médicos, o risco de Siann ter sido infectada com o HIV é pequeno, mas a certeza só virá após o exame. ?Durante toda a minha vida, eu brinquei nesse parque. Mas, além das crianças, é um lugar cheio de bêbados e pessoas que usam drogas. Algo deve ser feito com urgência para garantir que as famílias, como a minha, que freqüentam esse lugar, estejam salvas?, diz Annabel.

Fonte: revistacrescer