Menina de 4 anos com doença genética rara tem esperança de cura com nova cirurgia

Menina de 4 anos com doença genética rara tem esperança de cura com nova cirurgia

A anomalia fez com que as bochechas da menina ficassem enormes.

Uma menina que nasceu com uma rara doença genética agora tem motivos para ter esperança em se curar. Katie Renfroe, de quatro anos, foi diagnosticada com megalencefalia antes de ela nascer, fazendo com que algumas de suas características faciais tivesse uma grande anormalmente.

Ela também teve parte de seu cérebro removido para controlar as convulsões que estavam acontecendo tão frequentemente que chegavam a 50 vezes por dia.

"Tudo o que sabemos é que nós vamos lhe dar todo o amor, toda a atenção que nós sabemos como dar a ela", diz a mãe Angie Renfroe. "Nós nunca a tratamos como se ela tivesse uma deficiência", disse a mãe

Katie é o sexto filho de Angie e Renfroe Danial. No primeiro trimestre, médicos notaram anomalias em seu ultra-som. A cabeça do bebê "está de forma estranha", os pais foram informados.

Em três meses e meio, um especialista disse aos seus pais que a cabeça de Katie era três vezes maior do que o normal.





Ele deu-lhes o nome de doença rara de Katie, mas isso não significava nada para o casal. "Ele estava tentando nos ajudar a entender que ela poderia ser um vegetal", disse o pai, que completa: "Ela não é nem de longe o que eles disseram que ia ser."

Fonte: Daily Mail