Nova York: Menina de quatro anos é estuprada dentro de castelo de brinquedo de lanchonete

Nova York: Menina de quatro anos é estuprada dentro de castelo de brinquedo de lanchonete

Fontes policiais disseram que o pedófilo se aproximou da menina dentro de um castelo de brinquedo, que ficava do lado de fora da lanchonete.

Uma menina de quatro anos foi estuprada na área de lazer de uma lanchonete no distrito do Queens, em Nova York, na última terça-feira (6). Após ouvir o relato da filha, a mãe tentou perseguir o suspeito reconhecido pela criança, mas ele conseguiu escapar.

Fontes policiais disseram que o pedófilo se aproximou da menina dentro de um castelo de brinquedo, que ficava do lado de fora da lanchonete. Ele teria seguido a vítima até um dos tubos da atração e a obrigado a ter relações sexuais com ele.

Após o ato, a criança correu e contou o que havia acontecido para a mãe. Indignada com a situação, a mulher tentou abordar o suspeito, de acordo com fontes policiais.

Ela conseguiu chegou a segurá-lo pela camisa, mas não teve forças para imobilizá-lo por muito tempo. Segundo o jornal americano Daily News, testemunhas disseram que o suspeito já estava rondando o local há mais de uma hora.

O segurança que estava na porta da lanchonete, aparentemente, não fez nada para ajudar a mãe desesperada.

"Acho que a segurança daqui é inútil", disse Tony Pecas, de 56 anos, que frequenta a lanchonete.

? Todos os meus filhos brincaram aqui, então eu sei o que está acontece. Eles simplesmente não monitoram.

Esta não é a primeira vez que um ataque como esse ocorreu na mesma lanchonete. Pouco tempo atrás, um homem molestou uma menina de nove anos. A polícia ainda investiga se o mesmo homem pode ter sido responsável pelos dois crimes.

Cortesia Norman, dona da lanchonete, disse que ela e sua equipe estão trabalhando com os investigadores a identificar o pedófilo.

? Esse tipo de comportamento não é tolerado em nossos restaurantes. A segurança dos clientes é a nossa prioridade.

A polícia conseguiu imagens do suspeito por meio das gravações de câmeras de vigilância. Ele teria entre 18 e 30 anos, vestia uma camisa roxa de manga curta e calça jeans no momento do ataque.

O brinquedo permaneceu fora de uso durante a manhã da quarta-feira (7).

Kevin Lastique, de 50 anos, disse que pretendia deixar seus três filhos, com idades entre dois e oito anos, aproveitando o brinquedo, até saber o que havia acontecido.

?Eles não vão entrar ali. Meu Deus?, disse o pai.

? Eu nunca teria pensado que um homem estaria esperando nos tubos de um brinquedo para molestar meus filhos. Isso não é algo que você espera.

Fonte: r7