Menina síria de 4 anos morre após confundir bomba com brinquedo

Menina chegou a ser levada para hospital, mas não resistiu

Uma menina de quatro anos de idade morreu em Aleppo, na Síria, após confundir uma bomba de fragmentação com um brinquedo. Eman vivia em área controlada pelos rebeldes em Aleppo. A família disse à uma rede britânica que a menina viu o objeto e pensou que fosse uma bola prateada.

A criança chegou a ser socorrida com vida e levada para um hospital de Aleppo, mas não resistiu aos ferimentos provocados pela explosão. Eman morreu na terça-feira (4).

A zona leste de Aleppo, que é controlada pelos rebeldes, está sendo submetida a bombardeios constantes por parte do regime e de seus aliados russos há mais de três semanas, deixando centenas de vítimas.

Vítimas

Segundo os últimos dados da OMS (Organização Mundial da Saúde), de 23 de setembro a 2 de outubro, 342 pessoas morreram em Aleppo, entre elas 106 crianças; e 1.129 ficaram feridas, 261 delas menores de idade.

"Sabemos que esse número é baixo e que o real é muito maior, já que só conhecemos as vítimas registradas pelos centros de saúde", disse o porta-voz da OMS, Fadéla Chaib.

Desde 2011, a guerra da Síria deixou mais de 300 mil mortos.


Menina chegou a ser levada para hospital de Aleppo, mas não resistiu (Crédito: Reprodução)
Menina chegou a ser levada para hospital de Aleppo, mas não resistiu (Crédito: Reprodução)



Fonte: Com informações do G1