México: já são 28 os mortos após explosão de oleoduto

Segundo empresa dona do duto, ladrões podem ter provocado explosão.

Ladrões de combustível de um oleoduto podem ter provocado a explosão que transformou as ruas de uma cidade na região central do México num verdadeiro inferno, causando ao menos 28 mortes no domingo, informaram autoridades.

Vazamentos de óleo do duto transformaram-se em enormes bolas de fogo que destruíram casas e carros na cidade mexicana de San Martín Texmelucan, uma pequena comunidade do Estado de Puebla, 75 quilômetros a leste da capital mexicana.



"Várias ruas ficaram tomadas por combustível. Com uma explosão, houve um rio de fogo", disse o secretário estadual de Interior de Puebla, Valentin Meneses.

Segundo a Pemex, empresa estatal dona do duto, ladrões de combustível podem ter provocado a explosão, que foi rapidamente contida pelos bombeiros.

O presidente do México, Felipe Calderón, determinou uma investigação para descobrir as causas do acidente, informou o gabinete presidencial. Na noite de domingo, Calderón visitou o local, conversou com sobreviventes e prometeu ajuda federal para a cidade.

A explosão e as chamas decorrentes cobriram a cidade de fumaça, enquanto soldados chegavam para ajudar os bombeiros e as equipes de resgate.

Entre os mortos, estavam 13 crianças, de acordo com o governo estadual. Outras 52 pessoas ficaram feridas. Trinta e duas casas foram destruídas pelo fogo, e mais de 80 ficaram danificadas.

Fonte: g1, www.g1.com.br