Morre bebê que enfrentou câncer linfático raro junto com a mãe

Mãe está em remissão e pede mais pesquisa sobre doença que matou Saoirse aos 18 meses de idade.

Uma menina americana de apenas um ano e meio de idade perdeu a luta contra o câncer esta semana após enfrentar a doença junto com a mãe. A fotógrafa americana Kezia Fitzgerald, de 27 anos, foi diagnosticada com linfoma de Hodgkin, um tipo de câncer que surge nos gânglios do sistema linfático, meses após o nascimento da filha, mas agora foi declarada em remissão (sem incidência da doença) pelos médicos.



Enquanto ela ainda passava pelo tratamento contra a doença, sete meses atrás, a pequena Saoirse recebeu o diagnóstico de neuroblastoma, um tipo de câncer que atinge o sistema nervoso periférico. Após cirurgias, sessões de quimio e radioterapia e incontáveis visitas a hospitais, Saoirse faleceu na última terça-feira, no Hospital Infantil de Boston, mas seus pais esperam que um maior conhecimento sobre a doença possa vir a ajudar outras crianças no futuro.

"Saoirse amava tanto a vida e nós temos de continuar lutando por ela e por uma maneira melhor de detectar essa doença horrível o mais cedo possível, informar pediatras sobre os sintomas iniciais, encontrar tratamentos melhores e, é claro, uma cura para o neuroblastoma", disse à BBC Brasil Michael Fitzgerald, marido de Kezia e pai de Saoirse.

Fonte: G1