Morre na Austrália o "verdadeiro herdeiro" do trono da Inglaterra

Hastings era um descendente da casa real de York, que lutou contra a casa dos Lancaster na segunda metade do século XV.

Um operador de empilhadeira aposentado, considerado por alguns historiadores o verdadeiro herdeiro do trono da Inglaterra, morreu aos 71 anos na Austrália, seu país de adoção, indicou nesta quinta-feira um jornal local.

Mike Hastings era um aristocrata inglês, o 14º conde de Loudon, que imigrou para a Austrália em 1960 em busca de aventura.

Em 2004, um documentário do canal britânico Channel Four sobre a monarquia chegou à conclusão de que os ancestrais de Hastings foram privados do trono no século XVI.

Hastings era um descendente da casa real de York, que lutou contra a casa dos Lancaster na segunda metade do século XV, na chamada Guerra das Duas Rosas.

O historiador Michael Jones, que participou no documentário, encontrou documentos na catedral francesa de Rouen que demonstram, segundo ele, que o rei Edward IV, que reinou entre 1461 e 1483, era filho ilegítimo.

Se isso for certo, a coroa teria que pertencer ao irmão mais novo de Edward, George, duque de Clarence e ancestral de Hastings.

Segundo o jornal Wagga Daily Advertiser, Mike Hastings, que morreu em 30 de junho e foi enterrado nesta quinta-feira, em Jerilderie, uma localidade 750 km ao sul de Sydney, era um fervoroso republicano.

Fonte: Terra