Mulher é condenada a 30 anos por matar filhos asfixiados

Mulher é condenada a 30 anos por matar filhos asfixiados

O julgamento de Lianne durou quatro dias.

Lianne Smith foi condenada, nesta terça-feira, a 30 anos de prisão pela morte dos dois filhos. Ela pegou 15 anos pelo assassinato de Rebecca, de 5 anos, e outros 15 pela morte de Daniel, que tinha 11 meses na época.

O julgamento de Lianne durou quatro dias. A britânica matou os filhos em um hotel em Costa Brava, na Espanha, em 2010, depois que o parceiro, Martin Smith, foi preso por abusar sexualmente de crianças. Segundo o site ?Mail Online?, Lianne ficou obcecada pela ideia de que a Justiça britânica tomaria a guarda dos filhos e, para ela, isso seria pior do que a morte.

Ela perguntou para a filha de 5 anos se a menina preferiria passar dias maravilhosos com a mãe, ou um tempo sem ela. Quando Rebecca disse que queria ficar com a mãe, Lianne levou a menina para um resort onde passaram um ?fim de semana perfeito?.

- Eu dei a eles uma viagem de três dias, uma viagem perfeita, porque eu sabia que era o fim - disse ela, durante o julgamento.

Após dois dias de diversão com os filhos, Lianne colocou as crianças na cama e esperou que elas adormecessem. Então pegou uma sacola plástica e sufocou os dois enquanto dormiam. A britânica passou a noite abraçada com eles, na cama. Ela tentou cometer suicídio, e depois pediu que funcionários do hotel chamassem a polícia.

- Eu acabei com a vida de meus dois filhos. Eu dei a eles um fim de semana perfeito. Eu sabia que eu sabia que eles levariam meus filhos para a Inglaterra. Minha intenção era ir junto com as crianças, e não que elas fossem sozinhas - disse Lianne.

O tribunal concluiu que a britânica é ?patologicamente obcecada? pelo parceiro, Martin. Ele foi denunciado pela filha mais velha de Lianne, Sarah Richardson, agora com 23 anos. Ela disse que denunciou o padrasto após 11 anos de abuso, porque tinha medo que ele fizesse o mesmo com Rebecca.



Fonte: Extra