Mulher fica paraplégica após usar pincel de maquiagem emprestado para disfarçar uma espinha

Após o procedimento, o diagnóstico apontou uma infecção causada pela bactéria Staphylococcus aureus, que atinge a pele de 1 a cada 3 pessoas ao redor do mundo, sem causar grandes problemas.

Uma mulher australiana, de 27 anos, se deparou, um dia, com uma espinha em seu rosto.

Com o objetivo de escondê-la, pediu um pincel de maquiagem emprestado de sua amiga. O simples ocorrido mudaria sua vida para sempre. Ela contraiu uma infecção gravíssima e nunca mais poderá andar.

Jo Gilchrist mora em Brisbane, na Austrália, e há 7 anos, no Dia dos Namorados, começou a sentir dores nas costas. Com a evolução do quadro, ela foi ao hospital, sendo internada imediatamente. Ao perceber que seu corpo estava dormente, ela passou por uma cirurgia emergencial.

Após o procedimento, o diagnóstico apontou uma infecção causada pela bactéria Staphylococcus aureus, que atinge a pele de 1 a cada 3 pessoas ao redor do mundo, sem causar grandes problemas. Não foi seu caso.

Ao compartilhar o pincel, ela contraiu a infecção que sua amiga tinha no rosto e não sabia. Ao se alojar na coluna vertebral, a bactéria deixou a jovem paraplégica. “Minha melhor amiga está se sentindo horrível, mas não é culpa dela”, disse Gilchrist. Além de não sentir mais as pernas, ela perdeu o controle de alguns órgãos, como a bexiga e o intestino.

Gilchrist continua internada e deve permanecer por alguns meses. A etapa de recuperação consiste em fisioterapia, mas não existem grandes esperanças de que ela possa um dia voltar a andar.



Fonte: Jornal Ciência