Mulher mata filhas e comete suicídio após morte do filho em casa nos EUA

Ela intoxicou família com nitrogênio, mesmo modo com que filho se matou. Mulher havia sido liberada de clínica psiquiátrica uma semana antes.

Uma mulher abalada com o suicídio de um de seus filhos matou suas outras duas filhas mais novas e se matou nesta semana utilizando gás nitrogênio na casa da família nos Estados Unidos, informaram as autoridades locais.

O crime aconteceu na última terça-feira (1º). Angela Mtambu, de 47 anos, havia sido liberada de uma clínica de tratamento psiquiátrico na Pensilvânia apenas uma semana antes.

Ela foi internada após o suicídio de seu filho de 23 anos, que se matou também utilizando gás nitrogênio em abril deste ano, na mesma casa onde Angela matou suas filhas e se matou.


Mulher mata filhas e comete suicídio após filho se matar nos EUA

?Acho que ela não conseguiu aguentar?, disse Bernard Pamberi, irmão de Angela.

Pamberi, irmão de Angela, estava na casa no momento do crime e disse ter acordado com o barulho do gás. Ele não conseguiu entrar no banheiro onde mãe e filhas estavam. Foi quando ligou para o serviço de emergência.

Quando chegaram ao local, os policiais encontraram a mulher e suas duas filhas, de 6 e 9 anos, inconscientes após serem expostas ao gás.

A equipe de resgate teve que arrombar a porta do banheiro. As três foram levadas para um hospital, onde morreram.

Um parente de Angela havia alertado aos autoridades sobre o risco de ela se matar e matar suas filhas em 1º de junho. Na ocasião, a mulher foi levada para a clínica psiquiátrica e suas filhas ficaram sob a custódia dos serviços sociais.

A mulher ficou internada em observação por cerca de três semanas, e posteriormente foi autorizada a se reunir com suas filhas. A família continuou sendo monitorada pelos serviços sociais.

Fonte: G1