Mulher morre depois de injetar vaselina nos seios

A argentina Sonia Perez Llanzon, de 39 anos, morreu após injetar vaselina nos seios

A argentina Sonia Perez Llanzon, de 39 anos, morreu após injetar vaselina nos seios para aumentá-los. A tentativa de melhorar a aparência resultou em embolia pulmonar. Os dados são do Huffington Post.


Mulher morre depois de injetar vaselina nos seios

Sonia foi ao hospital com dificuldades respiratórias e os médicos disseram que, inicialmente, ela negou ter injetado vaselina, mas, mais tarde, admitiu o erro. ?Em toda a minha carreira médica, nunca tinha visto um caso como esse. O corpo humano tem anticorpos para remover bactérias e vírus, mas não tem qualquer mecanismo contra esse tipo de produto?, disse Julio Pla Cardenas, chefe de cirurgia do Lucio Molas Hospital.

A vaselina entrou na corrente sanguínea de Sonia e causou coágulos, que foram parar em seus pulmões, segundo os médicos. A argentina morreu em consequência de embolia pulmonar, no começo de março, após ficar internada por um mês.

Fonte: Terra, www.terra.com.br