Mulher morta por confundir nome do parceiro

Mulher morta por confundir nome do parceiro

Homem com ciúmes parou a atividade sexual, desceu até a cozinha e voltou com uma faca para vingar-se da namorada pelo engano cometido

Uma mulher foi assassinada na Inglaterra por seu namorado depois de gritar o nome errado durante o sexo. O assassino foi condenado à prisão perpétua. Joanne Kitchen, 41, fazia sexo com seu namorado Gary Higgs, 44, no quarto quando de repente ela gritou: “mais forte, Chris!”, segundo notícia do jornal “Daily Telegraph”. Enraivecido, Higgs desceu as escadas foi até a cozinha, pegou uma faca e, ao chegar ao quarto, esfaqueou Joanne três vezes. Enquanto ela agonizava, ele a enforcou com o fio do rádio que ficava na cabeceira. Quando questionado pela polícia no ato de sua prisão, ele se mostrou confuso: “eu não sabia exatamente o que estava pensando quando peguei a faca. Eu queria machucá-la, estava furioso”. Segundo Higgs, o enforcamento foi para acabar com o sofrimento da mulher, que sentia muitas dores depois dos golpes sofridos. O fato aconteceu no dia 13 de abril, mas o julgamento foi realizado esta semana e Higgs foi condenado à prisão perpétua. Ambos estavam juntos há um pouco mais de um ano e haviam deixado relacionamentos estáveis para viver juntos em um pequeno apartamento na cidade de Radcliffe. Eles se conheceram através de um jogo de pôquer na internet.

Fonte: Abril, www.abril.com.br