Mulher pede divórcio após marido se recusar a abandonar filho com Down

Sem casa, Samuel Forrest arrecadou US$ 190 mil pela internet

Poderia ser o dia mais feliz da vida dos armenos Samuel Forrest e Ruzan Badalyan: o nascimento do pequeno Leo, em 21 de janeiro. No entanto, a criança tem síndrome de Down, o que levou a mãe a dar um ultimato: ou o casal abandonava o bebê, ou ela pediria o divórcio. A segunda opção veio em uma semana.

"Eu olhei para esse rapazinho e achei ele lindo. Ele é perfeito e eu vou ficar com ele", afirmou Forrest, à rede americana ABC. Com o filho nos braços, o pai ficou sem casa e, sem saber o que fazer, ele entrou na internet com o pedido de ajuda.

Forrest criou um perfil para que doadores enviassem dinheiro suficiente para que ele conseguisse criar o filho por um ano: US$ 60 mil, mas, até a manhã desta sexta-feira (6/2), o valor já havia chegado a US$ 190 mil, de mais de 6 mil doadores.

Na noite desta quinta-feira, Forrest agradeceu aos que participaram da campanha: "Leo é um cara de sorte por ter o apoio de milhares de amigos como vocês, pelo mundo", escreveu. Com o dinheiro, pai e filho se mudarão para a Nova Zelândia, mas apoiarão entidades especializadas na Armênia, para que mais pais deixem de abandonar os filhos.

Clique aqui e curta o Meionorte.com no Facebook

Fonte: correiobraziliense