Mulher que não sabia que estava grávida dá à luz no Afeganistão

Criança nasceu prematura de cinco semanas e está em condição "estável".

Uma militar britânica que não sabia que estava grávida deu à luz no Afeganistão, informou nesta quinta-feira o Ministério de Defesa do Reino Unido.

Em comunicado, o Ministério afirmou que tanto a mãe como o bebê, uma menino, "estão em condições estáveis", apesar da criança ter nascido prematura de cinco semanas. A militar, integrante da divisão de artilharia das forças internacionais que ocupam o Afeganistão, disse que se inteirou que estava grávida quando sentiu a dor das contrações no dia do parto, na terça-feira passada, de acordo com o ministério.

A criança foi concebida antes de sua chegada ao Afeganistão, em março, e nasceu em Camp Bastion, a base britânica na província de Helmand. O Ministério informou que geralmente não é permitido que mulheres grávidas sejam enviadas ao Afeganistão, mas que neste caso o exército não sabia de sua condição. Esta é a primeira vez que uma militar do Reino Unido dá à luz em uma missão de combate.

Desde 2003, cerca de 200 mulheres do exército britânico foram enviadas de volta para casa do Iraque e do Afeganistão por terem ficado grávidas. Uma equipe pediátrica viajará agora ao Afeganistão para acompanhar a mãe e o filho em sua volta para o lar.

Fonte: r7