Mulher de 70 anos teve que andar 10 km para chegar a um hospital após galho de árvore ficar alojado em seu pescoço

Mulher de 70 anos teve que andar 10 km para chegar a um hospital após galho de árvore ficar alojado em seu pescoço

Mulher de 70 anos teve que andar 10 km para chegar a um hospital após galho de árvore ficar alojado em seu pescoço

Uma fazendeira chinesa, de 70 anos, teve que andar mais de 10 km para chegar a um hospital ap?s ser atingida por um galho de ?rvore que ficou alojado em seu pesco?o quando sofreu um acidente enquanto estava trabalhando no campo.

Su Liyu disse que n?o tinha escolha a n?o ser caminhar para o hospital ap?s o incidente no munic?pio de Wangxi, na remota prov?ncia de Sichuan.

?Eu sabia que eu tinha que fazer isso, que dependia de mim e de mais ningu?m ou eu teria morrido no campo. Eu n?o tinha escolha, eu tinha que andar; era isso ou morrer, e eu pensei que anda estou jovem demais para morrer?, disse Liuy.



?A senhora estava trabalhando na lavoura quando um galho de uma ?rvore se soltou e entrou em seu pesco?o como uma flecha: ?N?o foi muito doloroso, mas eu podia sentir que estava profundo. Certamente profundo ao ponto deu n?o poder puxar e retirar?, disse.

Quando andou 7 km, Liuy encontrou sua sobrinha no caminho, que a acompanhou at? terminar o percurso, acenando para um carro que passou na regi?o, para ajud?-las.


?Ela foi levada para o Hospital de Quxian, e depois transferida para o Hospital de Kangcheng em outra cidade, para realizar uma cirurgia de remo??o do galho que durou 2 horas.

O Dr. Weng Zhang, que operou Liyu, disse que ela estava com sorte. O galho n?o danificou componentes vitais que comp?em o pesco?o: ?Felizmente, a madeira n?o prejudicou severamente seu pesco?o e n?o cortou nenhuma art?ria importante. Ela teve muita sorte e foi uma senhora muito corajosa?, salientou o m?dico.



Fonte: DailyMail

Fonte: Carolina Durães e Lucrécio Arrais
Tópico