Na festividade do Corpus Christi, Papa Francisco condena tortura; veja

Pontífice falou para milhares de fiéis na Praça de São Pedro. Papa lembrou do Dia Internacional da ONU de apoio a vítimas de tortura.

O Papa Francisco condenou neste domingo (22), na festividade do Corpus Christi, qualquer forma de tortura e pediu aos católicos que trabalhem para acabar com esse mal, assim como para ajudar às vítimas e famílias.

"O próximo 26 de junho é o Dia Internacional das Nações Unidas de apoio às vítimas da tortura. Nesta circunstância, reitero a firme condenação a toda forma de tortura", afirmou o pontífice perante as milhares de pessoas na Praça de São Pedro, no Vaticano.

E prosseguiu: "Convido a todos os cristãos a trabalhar para aboli-la e apoiar as vítimas e as suas famílias".

O pontífice fez esta reflexão após a reza do Ângelus, porém antes, o Papa lembrou ao público da importância da prática da caridade com o próximo, de dar esperança aos que a perderam e de acolher os excluídos

Também se referiu ao presente que Jesus entregou aos católicos em um dia em que se lembra do corpo e do sangue de Cristo.

Fonte: G1