Namorada de Berlusconi quer que Papa "escute drama" de ex-ministro

Francesca também contou que pensou em pedir a graça a Napolitano


Namorada quer que Papa

A namorada do ex-primeiro-ministro italiano Silvio Berlusconi, Francesca Pascale, pediu que o papa Francisco "receba" o político para "ouvir" sua versão sobre a condenação a quatro anos de prisão por fraude fiscal no processo Mediaset.

A sentença fez com que Berlusconi perdesse ontem (27) seu mandato no Senado italiano.

"Lanço um apelo ao papa Francisco para que receba Berlusconi e escute sua trágica história", disse Pascale em uma entrevista ao jornal italiano Corriere della Sera.

Pascale afirmou que Berlusconi não está "triste" com a cassação, mas sim, "com raiva por se tratar de uma sentença injusta".

E que ela gostaria de "levá-lo embora, afastá-lo de quem o odeia, para preservá-lo de golpes e humilhações injustas".

A namorada contou também que pensou em escrever uma carta ao presidente da Itália, Giorgio Napolitano, pedindo a concessão da graça a Berlusconi, e que a ideia tinha sido aceita pelos filhos do ex-premier.

"Mas depois achamos que isso representaria uma "violência" a ele, visto que é inocente, e que eu encontraria as portas de Napolitano fechadas", justificou.

Em agosto, a Suprema Corte da Itália confirmou a sentença contra Berlusconi por fraude fiscal na compra e venda de direitos televisivos. Em seguida, parlamentares pediram a cassação do ex-premier no Senado, a qual foi ratificada ontem em uma votação aberta.

Fonte: R7, www.r7.com