Nasa dá primeiro passo para enviar astronautas a Marte em 2030

Nasa dá primeiro passo para enviar astronautas a Marte em 2030

Já era esperado, mas a Nasa confirmou nesta quarta (3): se depender da agência espacial americana, o homem chegará à órbita de Marte na década de 2030

Já  era esperado, mas a Nasa confirmou nesta quarta (3): se depender da agência espacial americana, o homem chegará à órbita de Marte na década de 2030.

Em conferência da TV NASA, a agência anunciou que a espaçonave Orion, que será submetida a testes nesta quinta (4) deverá levar astronautas a asteróides localizados entre a Terra e o planeta vermelho em 2025. Depois disso, os primeiros humanos serão enviados a Marte já na década de 2030.

O primeiro teste da Orion não deve durar mais de quatro horas, e não será tripulado. Mas representa o primeiro passo da retomada das missões tripuladas. Desde 1972, quando o homem foi à lua pela última vez, o homem não realizou nenhuma outra missão tripulada significativa. O lançamento, que acontecerá ao meio-dia (horário de Brasília) será transmitido no site da Nasa.

O anúncio já era esperado -- em 2010, Obama já havia fixado o objetivo --, mas elevou a importância da missão Orion e as expectativas de uma nova lufada de prestígio das missões tripuladas.

Apesar de tudo, os Estados Unidos perigam perder esta nova corrida espacial. Mas seus principais adversários já não são os comunistas, e sim grandes empresários do mundo do entretenimento.

Entre os dois projetos mais ambiciosos estão o Inspiration Mars, que quer levar um casal para orbitar o planeta vermelho em 2018, e o Mars One, que quer estabelecer uma colônia permanente em Marte em 2025.

Os projetos podem parecer mirabolantes, mas como o projeto da Nasa ainda está em fase embrionária, não é improvável que o Congresso americano e outras questões internas atrasem os planos do governo para o planeta vermelho.

Clique e curta Portal Meio Norte no Facebook

Fonte: Jornal Ciência