Navio encalha com 4 mil; passageiros apontam despreparo

Navio encalha com 4 mil; passageiros apontam despreparo

Passageiros reclamam de despreparo no resgate de navio

Muitos dos passageiros que estavam no navio de cruzeiro que afundou neste sábado no litoral da Toscana, Itália, reclamaram com indignação do despreparo da tripulação para organizar o resgate. O Costa Concordia, da empresa Costa Cruzeiros, com 4 mil passageiros, foi a pique após encalhar em um banco de areia nesta sexta-feira. As informações são do jornal italiano la Repubblica.

Alguns dos que estavam a bordo relataram que houve pânico e demora na operação de resgate. "A situação foi de caos total. Ninguém da tripulação sabia dar direções exatas sobre onde ir quando foi dado o alerta para abandonar a embarcação", disse uma testemunha. "Foi como estar no Titanic, não acredito que diante dos nossos olhos", afirmou outra testemunha.

Os passageiros também reclamaram de demora no resgate desde que o alarme de acidente teve início por volta das 21h30 de terça (hora local). Os últimos que estavam na embarcação foram retirados somente por volta de 3h (também na hora local).

O prefeito da ilha de Giglio, próxima ao local do acidente, revelou que a operação de retirada dos últimos passageiros e membros da tripulação apresentou complicações. Unidades da guarda costeira e barcos de passageiros participaram do resgate. Ao menos três pessoas morreram.

Fonte: Terra, www.terra.com.br