Nigeriano estrangula, morde e chupa sangue para tentar matar ex-mulher

Nigeriano estrangula, morde e chupa sangue para tentar matar ex-mulher

Ele só parou quado achou que Millicent Wairimu, 25 anos, estava morta.

Uma jovem foi brutalmente atacada por seu ex-marido na última quarta-feira em Murang"a, no Quênia. Segundo disse a vítima ao repórter do Daily Nation, o homem a estrangulou, mordeu várias partes do seu rosto, pescoço e costas e chupou seu sangue. Ele só parou quado achou que Millicent Wairimu, 25 anos, estava morta.

A jovem foi atendida no Hospital Distrital de Murang"a, onde chegou com marcas profundas de mordidas. A unidade de saúde informou que ela recebeu medicação para evitar um possível contágio com HIV e pode também receber tratamento para raiva, já que os médicos acreditam que o homem que a atacou poderia ter a doença.

Millicent contou que o ex-marido, de quem está separada há três anos, vive em Nairóbi e chegou à cidade procurando por ela. Quando a jovem permitiu que ele entrasse na casa, ele passou a atacá-la dizendo que estava lá para matá-la.

Ainda de acordo com ela, ele passou a mordê-la e sugar seu sangue, entrangulando-a para que não pudesse gritar. Depois de bater com a cabeça dela no chão, Millicent acredita que o ex pensou que ela estivesse morta. "Tive que fingir que estava morta para ele me deixar em paz", disse. Millicent afirmou que o homem estava com raiva porque não aceita a separação.

Fonte: Terra