Noiva recém-casada morre ao contrair ameba comedora de cérebro após nadar em lago

A jovem teria contraído a ameba mortal chamada Balamuthia enquanto nadava no Arizona Lake Havasu, em maio de 2013


Uma jovem noiva recém-casada teve seus sonhos tragicamente interrompidos após nadar em um lago. Ela contraiu uma ameba comedora de cérebro.

Koral Reef, de 20 anos, vivia em Temecula Valley, na Califórnia, EUA, e havia acabado de se casar com o namorado Corey Pier quando ficou doente.

A jovem teria contraído a ameba mortal chamada Balamuthia enquanto nadava no Arizona Lake Havasu, em maio de 2013. Seu casamento ocorreu em julho do mesmo ano, e não muito tempo depois os sintomas se iniciaram.

Após o diagnóstico, os médicos afirmaram a Pier não existir um tratamento específico para o problema. “Eu estava pirando. Eu não queria dizer a ela. Ela não iria se lembrar, de qualquer maneira. Ela estava lá, mas era como se não estivesse”, comentou o marido.

A saúde de Koral entrou em declínio em setembro daquele ano, e no mês seguinte ela faleceu.

A condição mata a grande maioria das pessoas infectadas, e não existe no mundo tratamento eficaz conhecido. A Balamuthia é inalada. O parasita muitas vezes vive no solo ou poeira.

Os sintomas da infecção são dores de cabeça, fadiga e rigidez no pescoço, o que aparentemente são problemas comuns nos seres humanos, tornando a condição difícil de ser diagnosticada.

Fonte: techmestre