Número de mortos provocados pelo Furacão Matthew sobe para 570

O furacão Matthew provocou rajadas de vento de 115 km/h.

Atualizado às 11h40: Número de mortos no Haiti chega a 570.

Atualização: O número de mortos pelo furacão Matthew no Haiti subiu a 478, segundo autoridades locais citadas pela agência Reuters.

Furacão deixa mortos na Flórida

O primeiro grande furacão que ameaça atingir diretamente os Estados Unidos em mais de 10 anos provocou chuvas intensas e ventos fortes na Flórida nesta sexta-feira, depois de matar ao menos 339 pessoas no Haiti em sua marcha destrutiva rumo ao norte através do Caribe.

O furacão Matthew provocou rajadas de vento de 115 km/h e temporais em comunidades litorâneas da Flórida enquanto se movia paralelamente e ao longo do litoral da costa leste do Estado, perto do Cabo Canaveral, informou o Centro Nacional de Furacões dos EUA (NHC) em um comunicado.

"Estamos nos preparando, e os ventos estão aumentando", disse o prefeito de Daytona Beach, Derrick Henry, à rede CNN no início desta sexta-feira. "Um grande número de nossos moradores deu atenção a nossos alertas, e certamente estamos preocupados com aqueles que não deram".

Cerca de 300 mil residências da Flórida ficaram sem eletricidade, relatou a mídia local. Em West Palm Beach, ruas e casas ficaram no escuro, e a rodovia 95 ficou vazia enquanto a tempestade atravessava a comunidade de 100 mil pessoas. O Matthew está gerando ventos extremamente perigosos de 195 km/h, disse o NHC.

Os ventos do furacão haviam diminuído na noite de quinta-feira e na manhã desta sexta-feira, o que o reduziu para a categoria 3 na escala de cinco graus de intensidade dos furacões, situação na qual pode tanto seguir continente adentro quanto passar ao longo do litoral dos EUA no oceano Atlântico até a noite desta sexta-feira, segundo o NHC, que tem sede em Miami.

Poucas tempestades com ventos tão intensos quanto os do Matthew atingiram a Flórida, e o NHC alertou para "impactos potencialmente desastrosos".

O Serviço Nacional de Meteorologia dos EUA disse que a tempestade pode ser a mais forte a golpear o nordeste da Flórida em 118 anos.

Às 6h (horário de Brasília), o Matthew estava cerca de 65 quilômetros ao sudeste do Cabo Canaveral, informou o NHC, seguindo para norte-noroeste a cerca de 20 quilômetros por hora. A previsão é que continue nesse caminho durante o início da sexta-feira. O NHC disse que a tempestade deve enfraquecer gradualmente durante as próximas 48 horas.

Image title

Image title

Image title

Image title

Image title

Fonte: Com informações do Extra